quinta-feira, novembro 03, 2005

Matrix na internet e coincidências

Vi um artigo no site ciberia, há uma empresa que lançou um esquema divertido, um mundo virtual na internet à semelhança de "sims", é o second life (segunda vida), descobri algumas coisas engraçadas. O logotipo do jogo tem uma mão com um olho.
A empresa é Linden Lab, fez saltitar na minha mente o nome "bin laden".
Linden Lab ... Metam um "B" no lugar do primeiro L,fica: Binden LAB, cortem o "den",fica: Bin Lab, metam o "den" a seguir:Bin Labden, parece bin laden :-)
Ou mais facil, "Linden" subsituir o i pelo "A" e roubar o "n" fica: LADEN. lab.
Farei doutra forma, irei colocar os dois nomes um sobre o outro, comparem:
BIN LADEN
LAB LINDEN (inverti a ordem do lab e linden)
Agora mudem o I pelo A. Fica:
LIB LANDEN
Bem, vejam o site : http://secondlife.com/
A inscrição que dizem ser "grátis" é uma treta, no 2º passo da inscrição há um formulário e a opção free tem entre parêntises uma taxa de 9,95 dolares, que pode pagar-se por exemplo com paypal, além disso o formulário pede dados do cartão de crédito da pessoa, porque será?
O logotipo deles:




.

8 comentários:

Tecido_humano disse...

creio q é do genero do anarchy online (www.anarchy-online.com) ...

"Anarchy Online is also different from other games in the genre by offering random missions and dungeons, giving the player a unique gaming experience. Anarchy Online also has the capability to host up to 10,000 players simultaneously in one world, allowing you to make friends, or enemies, with a large and diverse community."

dá pa jogar sem pagar (axo eu) ... free trial... nc exprimentei sinceramente, mas tb n tenho maquina q aguente :x

silvio disse...

ah o free trial só funciona durante uns dias, mas já é melhor que o -"second life".
vamos lá ver tecido_humano? :-)
Vamos lá e espalhamos avisos a dizer que o mundo está sendo controlado por sociedades secretas, fazemos uns grafitis nas paredes com o endereço do site, eheheh.

abraço

Anónimo disse...

Como dizia Beaumarchais, a culpa de não haver liberdade sempre foi dos escravos que não se revoltaram.
Usam Portugal para experiencias na moda mundial. Axo que não só na moda.

Anónimo disse...

O método é normalmente este. Fala a experiência. Primeiro, tenta-se mostrar que quem afirma está ao serviço de alguma pessoa ou de algum grupo, de preferência odioso, que as pessoas detestem e de que o visado se envergonhe. Se não há provas de que o alvo a abater esteja arregimentado, resta o argumento de que está «objectivamente ao serviço de» essa coisa. Segundo, tenta-se mostrar que quem afirma não tem credibilidade e assim, diga ele o que disser, nem vale a pena tentar mostrar que não tem razão nas conclusões ou verdade nos factos, pois tudo o que ele proclamar vale nada. Terceiro, tenta-se mostrar que o argumento é extemporâneo e despropositado, pois ou já passou muito tempo ou ainda não é a altura de se colocar o problema.
Se nada disto chegar, e antes de se tentar o argumento derradeiro que é eliminar quem argumenta, ainda há outros meios. Um, é convencer quem argumenta de que não ganha nada com isso, antes pode perder muita coisa, da paz de espírito à respeitabilidade social, isto quando não se arriscar a uma tareia numa esquina. Normalmente as famílias preocupadas e os amigos pressurosos encarregam-se desta humanitária missão de fazer desistir. Outro é desvalorizar o argumento, tentando passar a ideia que a questão não é aquela ou o que se diz só serve para confundir. Os iluminados, que têm normalmente o exclusivo da sapiência e do modo certo de colocar os problemas, servem para este efeito.
Enfim, entre tantos outros, há ainda um derradeiro método, que funciona sempre: não dizer nada, secando o argumentar com o silêncio sepulcral.
Em Portugal é assim que a coisa funciona. Atacar o homem, as suas supostas intenções, a oportunidade, fazê-lo desistir, ignorá-lo.
No meio disto há ainda quem resista! Normalmente são os fala-só

silvio disse...

é isso mesmo "anoninmous" simplesmente podem achar algum erro que a pessoa cometeu no passado (todos erramos) e engrandecem esse erro, ou dão muito ênfase, a pessoa fica descredibilizada.
Por exemplo, se alguém tem um site ou livros de conspiração. O governo se descobrisse que a pessoa gostava de espiritualidade, poderiam dizer logo "é fanático, é de uma seita", algo assim, descredibilizando-a.
Ou diziam "o site fala da al-qaeda e fala mal do Bush, é um site terrorista", conclusão básica e difamatória.
Arranjar um motivo é fácil, para eles.
Um método de descredibilizar um assunto, (como fazem os americanos) é fazer um filme sobre isso.
Exemplo , no filme "o dia da independência" em que ets invadem a terra, eles falaram na AREA 51.
Pronto, agora as pessoas pensam que a area51 é um tema inventado nesse filme.
No filme "national treasure" mostram o símbolo illuminati, e pronto, as pessoas pensam que esse filme foi quem criou o simbolo.

Tecido_humano disse...

isso de descredibilizar foi um tema que falavamos (eu e um pequeno grupo de amigos) ah uns anos atraz, quanto estava na pre adolescencia, tambem a proposito da area 51 e ufologia... se calhar conhecemo-nos n anonymus? ...

anarchy online: silvio: por mais que queira axo k n consigo jogar, a menos que jogue a ver fotografias, tenho um 233mhz, isto pa jogos entala-ss td, mas gostei da ideia, assim q puder 'vandalizo' o mundo do anarchy online....

falando de ovnis e afins.... lembram-se do video da autopsia de rosewell? (axo k esta bem escrito) independentemente do que disseram os media, o que acharam?

Tecido_humano disse...

"O EverQuest é um RPG On-line, ou seja, é jogado em rede com vários jogadores ao mesmo tempo, de diversas partes do país ou do mundo. O jogo se passa num mundo fictício, como é característico do gênero e pode ter ao mesmo tempo milhares de jogadores on-line, que podem escolher entre 13 competições e 14 personagens diferentes, geralmente magos, cavaleiros, ogros, etc.
Criado pela Sony, o game tem sido a sensação do momento entre os jovens e adolescentes que gastam muitas horas por dia 'conectados' no jogo.
O EverQuest tem sido acusado de influenciar vários casos de morte entre aficionados por RPG."

fonte:http://www.mensagemsubliminar.com.br/conteudo.php?id=LTU4MzIuNzU=

silvio disse...

esse filme da autópsia deve ser falso, pois se fosse real nunca teria sido transmitido pelas televisões.
depois dizem que é falso, para descredibilizar todo o caso roswell e a malta pensar que nunca ciu um ovni lá.
devem ter pensado assim "epá vamos fazer um video falso e estragamos o caso todo",
ok, boa ideia "...