sexta-feira, abril 01, 2005

controle genético dos cidadãos

A recente notícia a respeito do Governo querer montar uma base-de-dados com o adn de cada cidadão, faz-nos estabelecer uma ligação possível com o exemplo de um filme "Gattaca", de Andrew Niccol. ( realizado nos EUA em 1997 ).

Que retrata a manipulação genética que criara uma nova espécie de preconceito e hierarquia racial, legitimada pela ciência.
Aos pais que desejam ter filhos é dada a oportunidade de manipular a interacção entre os seus adn's de modo que gerem filhos com a melhor combinação de qualidades genéticas possível. Este procedimento acaba criando duas categorias diferentes de pessoas: os Válidos, frutos desta combinação genética planeada, que são quase super-homens, com raras doenças genéticas; e os Inválidos, frutos da nossa interacção sexual usual.
Aos Válidos são oferecidos os melhores empregos e as melhores oportunidades enquanto que os Inválidos chegam a ser impedidos de frequentar determinados lugares.
Gattaca é um ensaio sobre o que pode ser uma sociedade em que o destino das pessoas esteja pré-determinado cientificamente, em que não haja o mínimo espaço para a acção do indivíduo na construção do seu próprio futuro. Também é uma reflexão sobre como a ciência pode ser usada para legitimar e, no caso, criar uma hierarquia social, principalmente se feita sem crítica e controle da sociedade.
Ver mais sobre o filme em:

www.gattaca.com

9 comentários:

Bruno/Rio disse...

"Que retrata a manipulação genética que criara uma nova espécie de preconceito e hierarquia racial, legitimada pela ciência"

Isso me lembra aquele livro
"o admimiravel mundo novo" hehe
isso d hirarquia racial é sério...

Bilder disse...

Estamos a caminho de facto(senão houver inversão de marcha)de um estado global tipo big brother de George Orweel retratado no seu "1984" com aspectos do Admirável mundo novo de Aldous Huxley,em que esse problema da genética é um bom exemplo,e talvez as técnicas mais sofisticadas retratadas na novela de Huxley acabem por ser preferidas(já são de facto)por serem mais eficazes,ao contrário das técnicas de "1984" que foram em grande parte usadas pelos soviéticos.

Espectro #999 disse...

Sílvio, essa é talvez a triste realidade que o futuro nos reserva. E que fazemos nós para o impedir ... NADA.
Também, se calhar não o saberíamos fazer.
Vem ver o tributo prestado a João Paulo II.
Inté.

Anónimo disse...

Nós podemos fazer algo!
Mas o quê?
Você sílvio, que é capaz de coligir tanta e tão boa informação sugira-nos que fazer para além de passar a informação.
Podemos boicotar as compras com cartão de crédito, não por o dinheiro no banco, ir ao supermercado, comprar parte das produções aos agricultores que conhecemos, partilhar isso com grupos de amigos, etc.
Mas que mais?
Isto está a ficar urgente!
A população está com o baraço ao pescoço com os créditos bancários, drogada pelos médicos, patarecos e entontecidos por uns média mentirosos.
Que podemos fazer?
Entrar na clandestinidade?
Como?
Isto ficou muito pior que nos tempos do PCP mais o Salazar.

silvio disse...

Anonimo, eu não sou perito em nada :-), gostaria de te responder mas só poderei fazê-lo aqui neste espaço, pois voce não deixou email…
Nem nome…
Voce falou verdades, a populaçãoe sta drogada pelos farmacos. Há sempre escandalos surgindo, antidepressivos que provocam depressao ou tendência suicida. Medicamentos para as dores que provocam enfartes. Etc.
Eu raramente fico doente, aliás só tenho uma gripe por ano, e costumo ir sempre a lojas de produtos naturais, ou seja tomo aqueles medicamentos holopáticos, homeopáticos, naturais.
As farmacias falam mal desses, porque querem o negocio dos medicamentos apenas para si mesmos, eu nunca ouvi falar de mortes por produtos naturais, mas oiço sempre falar em mortes por tomarem medicamentos conhecidos, panax, e outros mais.
De facto, quando for para usar implante , não podemos fugir a isso, porque seremos considerados infractores da lei, eles dirão "quem não deve não tema, porque não quer o implante?", estamos envolvidos no sistema, para comprar comida será necessario o implante, a nossa identidade e dinheiro digitais.
Eu espero sim, que milhares de pessoas se oponham, estarei junto, sou dos que se vão opor.
O pior é que outros milhares vão estar a favor, vão achar superdivertido deixar de usar carteira, cartões e dinheiro.
Vão achar divertido passar rápido na bicha do supermercado em vez de esperarem meia-hora quando cada pessoa fica a contar moedinhas e a perder tempo, etc.
Acredito que possam surgir empresas honestas que fabriquem aparelhómetros que possamos passar pelo chip, para ver se ele emite ou recebe algum sinal estranho. Há de tudo., tal como existem aparelhinhos que analisam se o nosso microondas doméstico tem fugas de radiações, podem surgir aparelhinhos para controlarmos o chip, ou anular certas funcçoes deste.
abraço

Anónimo disse...

Estive a dar uma vista de olhos pelos astros. Parece que até 2009 será difícil por cobro a esta ditadura. Já nos estão a tirar os carros, as armas, o dinheiro enquanto nos enganam com falinhas mansas e papões.
Depois o plutão entra em Capricórnio, onde fica até 2020 mais ou menos. Que era o signo onde andava quando as estruturas obsoletas foram destruídas pela Revolução Francesa.
Entretanto o que é que podemos fazer?
Mantermo-nos escravos sem propriedades. Apenas com dívidas aos bancos.
Tudo empenhado a esses senhores?
Os actuais donos do mundo.

Anónimo disse...

Olá... sou o "filipe" e n consigo fazer login :(... acho q me esqueçi da password... como me posso ligar outra vez? e já agora como é que faço para ver esse tributo deixado pelo "expectro999" ? fiquei curioso...

Anónimo disse...

p.s. : n sou o "anonimous" que falou da cena dos signos lol

silvio disse...

Olá, o pessoal fica "anonimo" porque não faz login com ID blogger, mas podem sempre assinar o nome por baixo, e postar com opção "other", eheh :-)
para ver as imagens do espectro basta clicar no nick dele, ou ir a : http://visoes.weblog.com.pt/

"anonymous" ,fazes mapa astral e análise de trânsito planetar? fixe.
eu creio que, será sempre um tempo dificil, sjá se avizinham algumas "porcarias" que os Governos vão fazer a nível mundial, isto parece cada vez pior...