quinta-feira, março 31, 2005

Portugal: Base de dados genéticos de cada cidadão

Portugal vai fazer ainda pior do que o implante digital em cidadãos.
A nova ordem Mundial mesmo aqui nos nossos narizes !



Portugal vai ter um projecto único em toda a Europa ( grande "sorte" a nossa! ) o Governo quer criar uma base de dados genéticos sobre cada cidadão.
Seremos todos catalogados!


Dizem que terá apenas fins de investigação criminal. Então porque não registam apenas pessoas com cadastro criminal ?
Quem nos garante que não haverá acesso ilegítimo a esses dados?
Não haverá ausência de confidencialidade?
Eu vou dar-vos ainda outro exemplo, uma empresa poderá querer aceder aos dados dos seus funcionários, e pagar (subornar alguém) para isso. Depois ficará a saber tudo sobre os funcionarios, se eles têm alguma doença genetica, algum mal-fisico, ou tendência para a depressão, etc. E com base nesses dados podem despedir alguém, outras agências com acesso ilegítimo a esses dados de cidadãos, poderão usar tais dados para escolher candidatos a um emprego, e excluir outros.
Enfim, surgirao variadas formas de violarem a nossa privacidade. ! E ninguém venha dizer o contrário, pois o ser humano é assim, principalmente aqueles que estão no Poder ( Governo) têm sempre em vista o lucro próprio, a exploração dos direitos do cidadão, a vontade de espirar tudo sobre o cidadão..
Qualquer dia levamos um carimbo no lombo como fazem ao gado !


Sílvio

10 comentários:

Bilder disse...

A profecia do 666 ou numero da besta está cada vez mais próxima da sua realização,isto depois da comercialização de microchips na europa para implantar em humanos,e vendidos os direitos por uma empresa(verychip ou easychip)americana,pois claro.

silvio disse...

é isso mesmo, mas esta base-de-dados de adn dos cidadãos, cheira-me ainda pior ..!
Olha como posso comentar not eu blog? havia sitios sem lugar de comment,,
abraço

silvio disse...

vejam ainda o tópico "controle genético dos cidadãos", (1 de Abril) onde mencionei o filme GATTACA....

Bilder disse...

Penso que todos os post tem acesso aos comentários,talvez tenha acontecido um problema momentaneo.

Filipe disse...

acho isso horrivel :(... embora ache os implantes piores... bem pelo menos isso n diz a nossa localização... nem doenças aquiridas como a Sida ou outras q n fazem parte do ADN... a n ser que a amostra que peçam seja do sangue e n por exemplo do cabelo ou pele... aí seria muito pior...

silvio disse...

Filipe, tocas-te um pormenor bom, o sangue. Por exemplo quando nos tiram sangue para ver grupo sanguineo tiram uym tubinho de sangue, mas basta 1 gota apenas para ver grupo sanguineo, o que fazem ao restante do sangue? Perguntei isso uma vez á enfermeira que me tirou sangue, ela apenas ria e não respondia...

Paulo disse...

Concordo plenamente, mas sabem uma coisa? kuando vos vierem pedir sangue digam k não! oeganizem manifestaçoes protestem girtem bem alto mesmo k nao vos oussam,(eu tbm gritava mas ng me ligava) se muitas pessoas se opuserem eles nao terao como nos impedir de manter a nossa privacidade. temos k lhes dizer um grande NÃO smp k se atreverem a tentar violar a nossa privacidade! rigistos criminais uma ova eles kerem marcarnos!
podem ter a certeza esta tudo muito proximo e se akeles k sabem a verdade n a espalharem bem alto n sei o k sera de nos..

Anónimo disse...

Temos de fazer algo para evitar isto!

Implanted Microchips Common As Cellphones Within A Decade

Prison Planet | April 15 2005

THE AGE SNIP: Forget mobile phones as the hottest new media technology - for anyone under 30, handsets as we know them will be gone in 20 years. The world's tech-savvy youngsters will be using microchip implants to communicate and transact.

Last April, Barcelona's Baja Beach Club began microchipping its VIP nightclub members, to let them into exclusive areas and clock up drinks and food via a chip implant in the arm produced by VeriChip Corporation. Within a decade, Mr Grulke (pictured) says, microchips will be common. Already two scientists at Britain's Warwick University have chips embedded under their skin that let them send emails just by thinking.

"Twenty years from now, we (older generations) will still hate it, but kids will never know a world without it."

The arrival of the hip, young microchippers is only the start of radical industry-changing trends that Mr Grulke says big companies are struggling to address because of their reluctance for "radical innovation".

-------------------------

For years many predicted that the government would use a stage-managed crisis to force people to take the chip.

Over the past decade we've seen the propagandists chip away at rational people's natural revulsion at the implantable microchip, first by introducing it for lost pets and then for lost children. Child abduction figures, which in fact have been steadily falling since 1979, were hyped in the summer of 2002 as a test run to see if people would willingly turn to the chip.

It seemed to have some degree of success. A July 2004 MSN poll showed that 20% would happily take an implantable microchip.



Government workers in Mexico are being forced to take the chip or lose their job. Staff of Mexico's attorney general (pictured) had to take the chip in order to access secure areas.

However, the tactic guaranteed to have the most success is simply to sell the chip as a fashion statement through youth culture. As mentioned in the above article, nightclubs across Europe are already using the chip to access VIP areas and automatically pay for drinks.

Conrad Chase, owner of Baja Beach Club in Barcelona, was told by the Verichip CEO that there was a plan to use the VeriChip as a global implantable identity system.



Over the next few years you will only see the marketing of techno-slavery increase. Football players will be implanted with the chip to track their movements around the field and their heart rate. The MTV 'Cribs' show will feature the coolest rap stars opening garage doors, car doors and fridges with a simple thought, now that they have the chip.

Everyone will want the chip. Your child will be made to feel socially inadequate if they don't take the chip.

Where did all this begin?

By pure coincidence (ahem) IBM, the company behind Verichip, the major retailer of implantable chips, also ran the cataloging system used by the Nazis to store information on Jews in Hitler Germany. Something tells me we should be a tad more concerned about that than who's going to win American Idol.

FLASHBACK: Sickening ABC News Piece Lauds Implantable Microchips
Get Alex Jones and Paul Joseph Watson's books, ALL Alex's documentary films, films by other authors, audio interviews and special reports. Sign up at Prison Planet.tv - CLICK HERE.E MAIL THIS PAGE

silvio disse...

muitas pessoas vão ficar seduzidas com isso, surgirão também chips para escutar musica, a pessoa coloca um chip no ouvido.
haverá chips para desenvolver faculdades extra-sensoriais (telepatia, videncia, psicocinese) etc, haverão muitas seduções..

Anónimo disse...

Fujam de todos os "rastreios de saúde" que são só para nos marcarem a ferro em brasa como aos escravos. Só que em versão 2005= electrónica= código de barras e padrão genético.