quinta-feira, julho 07, 2005

Atentado , parte 2

Sinto que muitas leis vão mudar, na Europa, devido a este atentado Londrino, cidadãos perdem mais direitos em nome da "luta contra terrorismo" , aguardem...
Vivemos tempos perigosos.
O pior é quando não se sabe de onde podem surgir os perigos.
Estive a ver no sic-noticias atentamente os diálogos entre os jornalistas e uma psicóloga, as palavras escolhidas... No geral dizem que as pessoas agora a nível psicologico vão andar mais abatidas, e com receios. E Deixaram ainda a"deixa" de que isto pode acontecer aqui em Portugal também, e que as pessoas não deveriam andar em "pânico" mas sim deveriam andar a partir de agora mais atentas, preocupadas e vigilantes...
Eles abordaram os efeitos psicológicos que estes ataques causam a nível mundial, quem assiste na tv é influenciado também, o medo instala-se, depois outros países ficam em estado de alerta, as pessoas andam nos transportes públicos receosas, etc. Isto tem muitos efeitos negativos em todos nós... Diga-se.

Tenho algumas questões:
Se durante eventos desportivos como jogos de futebol ou jogos olímpicos, utilizam detectores electrónicos de explosivos, porque não colocam tais dispositivos nas estações de metros?
- Se existem tantas câmeras de videovigilância no metro, ninguém detectou uma actividade suspeita onde se possam ter ocultado explosivos, nem detectaram suspeitos no dia anterior?
-Como é que hackers e fabricantes de virus informáticos são capturados, mas estes supostos autores de atentados que tantas vezes reivindicam os atentados em sites de internet ( está na moda agora) não são capturados? Os serviços secretos não conseguem analisar a hospedagem do site ou o IP e localização das pessoas que reivindicam nele publicamente tais atentados?
o Echelon não detectou conversasoes dos terroristas nas semanas anteriores? Nem o MI6, serviços secretos britânicos, detectou nada?
Vão haver mais invasões a Países orientais em nome da luta contra o terrorismo?


Por fim, termino mais uma vez lamentando as vítimas inocentes, é dificil para os familiares das vítimas superar a dor, e mesmo quando daqui a dias os média esquecerem o assunto, eles não conseguirão esquecer...

Sem comentários: